As dúvidas e angustias de uma mãe de primeira viagem quando descobre que o seu tesouro é especial...

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Um dia AZUL diferente

O dia 2 já passou. Muito se falou de autismo, quer em Portugal, quer lá fora. Muitas reportagens, muitas notícias, muitos monumentos iluminados de azul... e ainda bem, fiquei feliz por saber que de ano para ano, mais pessoas perguntam o que é o autismo e até vestem uma peça de roupa azul para mostrar que estão solidários com os autistas e suas famílias. Afinal, há esperança para esta sociedade habituada a olhar apenas para o próprio umbigo!

Aqui, em Castelo Branco, o dia azul também se celebrou. Muitas pessoas vestiram de azul e eu lá fui, pronta a dar o meu contributo. O dia começou vestindo azul, eu e os meus homens (a gata disse que não combinava com os olhos dela, mas estava vestida de azul por dentro, que é fina!) com umas t-shirts maravilhosas que a minha amiga Cláudia se lembrou de fazer (obrigada amiga, és o máximo!).


À nossa espera já estavam a amiga Maria João (que passou o dia comigo, a ouvir as mesmas coisas vezes sem fim: obrigada!) e as colegas do Departamento de Ensino Especial, do agrupamento de escolas Afonso de Paiva. Tudo a postos para falar sobre autismo!!! E não muito depois, começaram a chegar os primeiros pequenos ouvintes...

Antes que eu desse por isso, estávamos todos aos pulos! Cantámos, dançámos (viva a Galinha Pintadinha!) e falámos sobre ser diferente e como isso não importava nada!
E quando estes meninos saíram, chegaram outros tantos... e depois mais outros!
Todos levaram o folheto para casa, com a missão de explicar aos pais o que é ser diferente e o que é ser autista (ou "altista"!)
 
O tempo voou num instante e no final do dia ainda houve tempo para uma surpresa azul, para mim!

Escusado será dizer que o sentimento de dever cumprido era igual ao cansaço acumulado durante o dia... mas após uma boa noite de sono (o que é raro cá em casa, obrigada filhote!) parti para mais duas apresentações, em escolas que ontem não se puderam deslocar à sede!

Feitas as contas:
- 600 + 150 crianças e respectivos professores e assistentes administrativos (uau!)
- muitas camisolas azuis na rua
- uma grande satisfação por poder participar!

Não estive sozinha. Tenho que agradecer a muita gente...
- Ao agrupamento de escolas Afonso de Paiva, em especial ao Departamento de Ensino Especial e à direcção que ofereceu os folhetos a cores!
- A todos os meninos e meninas que participaram ontem e hoje
- Aos professores e auxiliares que se deslocaram com os meninos e àquelas que nos receberam tão bem hoje
- Às "minhas mães" que puderam estar presentes a dar apoio, Cláudia e Maria João e à M. que está longe mas muito perto <3
- E claro, ao sr coordenador do projecto de Educação para a Saúde, sr meu marido, que correu escada acima, escada abaixo sei-lá-quantas-vezes para confirmar se estava tudo bem. Coiso.

E sabem que mais? Perder o medo de falar sobre autismo em voz alta foi a melhor coisa que me podia ter acontecido! Ganhei como mãe, como professora e como pessoa!
E não pensem que fico por aqui, na-da-di-sso!!! Já há convites para mais uma rodada de sessões, em outras escolas da cidade! E eu vou, sempre que possível! Com muito gosto... :)




























video 

  video

video


10 comentários:

  1. Não precisas de agradecer, porque como tu mesmo disseste foi um dia onde também ganhei como pessoa e como mãe. Se alguém tem que agradecer sou eu pelo teu testemunho, pela coragem que tiveste e pela disponibilidade que tens. Beijos para uma mãe maravilhosa e lutadora.

    ResponderEliminar
  2. Muitos Parabéns pela iniciativa Daniela, é assim que se começam a mudar as mentalidades. E a adesão foi enorme.....que maravilha. Deves estar mesmo muito orgulhosa pelo excelente trabalho que estás a conseguir desenvolver. Mais uma vez parabéns por tudo o que estás a conseguir.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Amiga, só te digo, estou orgulhosa de ti. És um espanto. E pronto, basicamente é isso :) fazes-me falta mais perto, essa é que é essa :)
    Estás de parabéns. E o mundo ficou um pouco mais esclarecido e é com pequenos passos que se fazem grandes caminhos. Estou contigo, sempre.

    Beijos grandes

    ResponderEliminar
  4. Parabéns Daniela
    Fico muito feliz. Eu também gostava de ter feito mais do que fiz, mas primeiro quero a consulta de Autismo e a confirmação garantida, porque há sempre algo que nos diz: " e se não for??" mesmo assim ainda distribui uns folhetos informativos na salinha da C. E claro todos cá em casa vestimos o azul....
    Beijinhos e mais uma vez parabéns, foste espectacular....

    ResponderEliminar
  5. Amiga excelente trabalho e maravilhosa iniciativa. És um exemplo a seguir.

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  6. Daniela, companheira de faculdade e de muitos momentos inesqueciveis é com muito orgulho que te digo amiga que te tornaste numa grande mulher (eu ainda não atingi esse patamar...),é incrivel ao que assisti e vi aqui, não por duvidar das tuas capacidades, mas porque nos transmites a todos nós que nós é que somos os ditos "diferentes" nesta sociedade extremamente egocêntrica.Por isso acho que não devias ser tu a vestir a camisola azul mas sim o resto da dita "sociedade" que eu considero serem eles os "diferentes". Continua o teu fantástico trabalho e torna este nosso Planeta o mais azul possivel.jocas grd e aquele abraço

    ResponderEliminar
  7. Conhecer esta página foi "BOM". Fiquei comovida com o que li...identifiquei-me com certas situações. Fez-me bem. Obrigada.

    ResponderEliminar
  8. Que fantástico trabalho Daniela!!!! São pessoas como tu que fazem mudar esta sociedade. Parabéns pela pessoa e mãe fantástica que és.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Muitos parabéns, foi lindo de se ver! Vou-me encher de coragem para no próximo ano tentar algo parecido :)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. BOA!!
    Muitos parabéns! Que grande contributo para a cosnciencialização!
    Eu fiquei pela roupa azul e a mandar sms sobre o programa da sociedade civil para familiares proximos... Se conseguir que eles fiquem um bocadinho esclarecidos ja fico contente... o que me parece insignificante comparado com o teu trabalho!!
    Obrigada!
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Tenho que falar... senão dou em doida!

Todos dizem que está tudo bem mas o meu mundo desaba num segundo... Decidi escrever um blog (porque não?), onde vou desabafando e limpando a alma.

Quantos pais não estarão na mesma situação? Ter um filho diferente e não ter certeza de nada? Receio do futuro? E quanta ansiedade muitas vezes não significa NADA? Ou seja, passar 5 ou 6 anos com o coração nas mãos e depois está tudo bem, era só "uma questão de ritmo"? No meu caso, ainda continuo com a malvada incerteza, mas quem sabe...

E porque não desabafar aqui também? Terapia gratuita...
comentários, agradecem-se!